Na minha estante: A menina que roubava livros - Markus Suzak

06:20

Quando comecei a ler este livro, achei ironico o modo como o autor faz a morte narrar a história de uma menina que roubava livros.
Além da história que achei muito interessante, o ponto de vista de quem narra deixa você preso ao livro do início ao fim.
Uma ótima dica de leitura.


____________________________________





" Por favor, confie em mim. Decididamente, eu sei ser animada, sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me peça para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo. "


" Sou só garganta...
Não sou violenta.
Não sou maldosa.
Sou um resultado. "


" Quando me virei olhei para o avião, a boca aberta do piloto parecia sorrir.
Uma última piada obscena.
Mais um final de piada humano. "


" Provavelmente teve mais a ver com as bombas atiradas, lançadas por seres humanos escondidos nas nuvens. "


" A pergunta é: e quando o outro é muito mais do que um? "


" O livro tinha letras prateadas. "


" Está aí uma coisa que nunca saberei nem compreenderei: do que os humanos são capazes."




" Nas palavras escritas pela própria menina que roubava livros, a viagem prosseguiu, como se tudo houvesse acontecido. "


" Não ir embora: ato de confiança e amor, comumente decifrado pelas crianças. "


" A única coisa pior do que
Um menino que detesta a gente
Um menino que ama a gente. "


" Um punhado de bem, um punhado de mal. É só misturar com água. "


" UMA VERDADEZINHA .
Eu não carrego nem gadanha nem foice. Só uso um manto preto com capuz quando faz frio. E não tenho aquelas feições de caveira que vocês parecem gostar de me atribuir à distância.
Quer saber a minha verdadeira aparência?
Eu ajudo. Procure um espelho enquanto eu continuo. "


" Dizem que a guerra é a melhor amiga da morte, mas devo oferecer-lhe um ponto de vista diferente a esse respeito. Para mim, a guerra é como aquele novo chefe que espera o impossível. Olha por cima do ombro da gente e repete sem parar a mesma coisa: “Apronte logo isso, apronte logo isso.” E aí a gente aumenta o trabalho. Faz o que tem que ser feito. Mas o chefe não agradece. Pede mais. "


" Era um paradoxo.
Quanto mais frio ficava, mais derretia. "


" Uma idéia bonita.
Uma roubava livros.
O outro roubava o céu. "


" Mas eles têm uma coisa que eu invejo. Que mais não seja, os humanos têm o bom senso de morrer. "


" O sol mistura a terra. Rodando, rodando, ele nos mistura como um ensopado. "


" Ou talvez houvesse uma mulher em Grand Strasse que agora mantinha aberta a janela da biblioteca por outra razão - mas isso sou apenas eu sendo cínica ou esperançosa. Ou ambas as coisas. "


" A janela.
Mãos no caixilho, pernas em tesoura.
Livros e páginas e um lugar feliz. "


" Odiei as palavras e as amei,
e espero tê-las usado direito.

Lá fora, o mundo sibilava. A chuva manchou-se. "



" UMA ULTIMA NOTA DE SUA NARRADORA

Os seres humanos me assombram. "





You Might Also Like

0 comentários