#topcine: P.S. Eu te amo

13:50

Assisti esse filme em 2008 quando fiz um treinamento em Atibaia. A semana foi fria e chuvosa, era a primeira vez que eu ficava longe de casa com pessoas que eu sequer conhecia e a vista do hotel em que estava dava para ver a rodovia com o fundo montanhoso, o que me fez ficar nostálgica. Só consegui assistir o filme duas vezes - e em ambas chorei desesperadamente - e até hoje quando ouço Same Mistake - James Blunt me bate aquela nostalgia, principalmente em dias chuvosos.

P.S. Eu te amo (2007) do diretor Richard LaGravenese (A Sogra e Água para Elefantes), conta a história de Holly Kennedy (Hilary Swank - Amelia e A Inquilina), uma corretora de imóveis que é casada com Gerry (Gerard Butler - A verdade nua e crua e 300), um irlandês muito engraçado que é motorista de limosine em sociedade com o cunhado de Holly.
Apesar de ser completamente apaixonada por Gerry, Holly é infeliz. Sua teimosia a faz brigar com o marido que  às vezes implica pelo fato de não terem filhos ainda.

Infelizmente Gerry morre devido à uma doença grave que Holly não sabia, devido o marido querer aproveitar seu tempo sendo feliz com a moça.
A vida de Holly também acaba, já que com a morte de Gerry a moça entra em uma profunda depressão. Ele no entanto sabia do extremo amor que sua esposa sentia e imaginando que isso aconteceria decidiu ajudá-la a superar sua ausência.

Com a chegada de seu aniversário, Holly começa a receber cartas e vídeos feitos por Gerry, com a intenção de ajudar a esposa na sua recuperação.

No entanto, a chegada das cartas nos dias exatos que prometera causa estranheza da moça, já que seu marido está morto.

P.S. Eu te amo é um filme de amor, com drama e com muito incentivo à personagem e ao público na forma de ensinar a superar a dor da perda, mas também de redescobrir a si mesmo.



Trailer do filme

You Might Also Like

0 comentários